Como conectar matriz e filiais usando VPN

 

Gerenciar um negócio, seja ele pequeno, médio ou grande, não é tarefa simples. Agora imagine gerenciar uma empresa geograficamente distribuída por diversas regiões do mundo, onde é preciso haver total sintonia entre matriz e filiais. Definitivamente não é nada simples!

A boa notícia é que a tecnologia da informação existe para ajudar neste e em outros desafios com os quais corporações de todo o mundo se deparam diariamente. Com soluções que já existem atualmente disponíveis no mercado, é possível garantir o sucesso de todas as filiais, de modo a estar atento aos números do negócio como um todo, através do acompanhamento de KPIs fundamentais em tempo real.

E nós, como especialistas nesse mercado, vemos muitas empresas que cometem erros básicos, como: gastar altas cifras em sistemas que auxiliam na gestão do negócio, porém não possuem capacidade de garantir a qualidade de conexão entre as unidades.

VPN

Serviços de VPN são fundamentais para empresas, seja para interligar filiais ou escritórios remotos, ou para manter usuários conectados via internet de maneira seguro às aplicações da empresa, permitindo impressão, acesso a informações ou até mesmo acesso a arquivos compartilhados.

Criar uma rede que permita comunicar Matriz com Filial (Pastas/Arquivos e um possível Bancos de Dados) de maneira que acesso as maquinas das filiais como se tivesse na rede local é necessário tecnologia, expertise e gerenciamento proativo.

MAS, O QUE É VPN?

Uma Rede Particular Virtual (Virtual Private Network – VPN), como o próprio nome sugere, é uma forma de conectar dois computadores utilizando uma rede pública, como a Internet (a rede pública mais utilizada para este propósito). Para ajudar a entender melhor, pense em uma empresa que precisa interligar duas de suas filiais.

É seguro? E a privacidade?

Como a Internet é uma rede pública, é preciso criar alguns mecanismos de segurança para que as informações trocadas entre os computadores de uma VPN não possam ser lidas por outras pessoas.
A proteção mais utilizada é a criptografia, pois essa garante que os dados transmitidos por um dos computadores da rede sejam os mesmo que as demais máquinas irão receber.
Depois de criptografados, os dados são então encapsulados e transmitidos pela Internet, utilizando o protocolo de tunelamento, até encontrar seu destino.

Postagens Recentes
Fale Conosco

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt